Battle Report – 3° ITS CPW

Hell-o Infiniteiros e Infiniteiras!

No dia 21/04 ocorreu no CPW (Clube Paulista de Wargames) um torneiro de Infinity (também conhecido como ITS), eu participei e vou escrever um pouco do que aconteceu por lá!

Eu sei que já passou mais de um mês desde o ITS, mas eu escrevi um artigo inteiro sobre isso e o computador não salvou e perdi tudo. Fiquei com  uma preguiça enorme de reescrever tudo de novo e posterguei até agora (e a faculdade também cobrou a minha atenção). Bem, consegui vencer a preguiça e aqui está o Battle Report (super atrasado) do 3° ITS CPW.

YAY! Demorou mas saiu!

Espaço do CPW.

 

Listas e Missões

Foram três missões: AcquisitionDeadly Dance Supplies.

Escolhi ir de Haqqislam Vanilla por um simples motivo: Eu tinha uma Maghariba Guard (AKA Maggie para os íntimos) desmontada e precisava de motivação pra pinta-la.

Usá-la em Deadly Dance era a desculpa que precisava e consegui pintar em apenas um final de semana, mas fiquei com dor no punho esquerdo de ficar segurando ela por tanto tempo, ela é bem pesada viu…

Acabei fazendo essas duas listas:

  • A primeira para Acquisition e Supplies, com um Djanbazan pra Smoke Trick e pra lidar com MODs visuais dos oponentes, alguns especialistas infiltradores com camo pra gastar menos ordens pra fazer os objetivos de Supplies e o Al Fasid pra servir como um Data-Tracker resistente pra conseguir segurar o Tech-Coffin de Acquisition.

  • A segunda lista foi feita só pra Deadly Dance, algumas peças de ARO pra encher o saco do adversário, o Saladino pra posicionar a Maggie no melhor lugar possível pro início da partida, alguns hackers pra defende-la e pra poder atacar o TAG adversário se necessário, alguns Daylamis pra tentar fazer algum estrago no TAG adversário e um Fiday pra me livrar de coisas que poderiam ferrar meu TAG ou pra travar o TAG do oponente mesmo.

 

1° Partida: Acquisition – Vs. Yu Jing

A minha primeira partida desse ITS foi contra “Aleatory”, amigo meu a bastante tempo, haviamos jogado algumas vezes um contra o outro, então já imaginava o que poderia esperar da lista dele.

Deploy:

Meu adversário pegou a iniciativa e escolhi deployar em segundo, tentei colocar meus AROs de modo que os Shaolins e os Kuang Shi tomassem os AROs com a ordem impetuosa, pra evitar que eles conseguissem rambar até a minha DZ, e também de modo que as peças principais dele (Yan Huo, Hsien e Rui Shi) não conseguissem avançar muito fácil.

Primeiro turno:

Consegui matar 2 ou 3 Shaolins/Kuang Shis durante as ordens impetuosas e logo na primeira ordem regular meu adversário levantou o Yan Huo e tomou ARO da Sniper e do TR. Meu TR acertou 3 tiros e o Yan Huo não passou em nenhum armor, já a Sniper tomou dois tiros e passou bravamente nos dois Armor Rolls! Houve mais algumas trocas de tiro entre o Rui Shi usando smoke trick, matando a Sniper.

No meu turno a Leila deu um pouco de azar e ficou uncounscious numa troca contra o Lu Duan. Com o Al-Fasid  consegui ferir o Hsien (que era o DT dele), mas ele abaixou e evitou mais tiros. Meu Djanbazan conseguiu derrubar o Rui Shi, mas não tive ordens pra tirar ele da mesa definitivamente, por fim meu doc levantou o warcor (fazendo o meu Classifield) e a Leila logo depois.

Segundo turno:

Mais alguns Shaolins/Kuang Shis morreram pra AROs, o engenheiro consertou o Rui Shi mas eu derrubei ele logo depois de novo, dessa vez consegui tirar ele da mesa. A leila finalmente conseguiu derrubar o Lu Duan, um Ghazi isolou um Shaolin que estava mais avançado e consegui pegar uma antena.

Terceiro turno:

Meu oponente não conseguiu chegar perto dos objetivos, então eu só precisava avançar minhas tropas pra pegar a outra antena e avançar meu Al-Fasid uncounscious no processo, atirei mais uma vez com minha última ordem, acertei apenas um tiro e ele sobreviveu.

Fim de jogo, 5×3 pra mim.

Foto da mesa, infelizmente não foi durante o meu jogo. Fiquei na DZ da direita.

2° Partida: Deadly Dance – Vs. Morats

A segunda partida do dia foi contra “DaRedOne”, também já tinha visto ele jogar algumas vezes e tinha uma ideia do estilo dele, mas foi a primeira vez que nos enfrentamos!

Deploy:

Meu oponente escolheu ir primeiro e eu escolhi pra ele deployar primeiro também, por causa do Saladino na minha lista ele precisou colocar o army inteiro na mesa antes que eu colocasse qualquer miniatura.

Também consegui deployar os dois (!!!!) Daylamis no topo de dois prédios que tinham visão de uma boa porção da mesa, deixei eles abaixados para poder usá-los apenas no meu turno pra tentar acertar os paunzerfausts no Raicho e deixei o Fiday dentro de um prédio a menos de 8 polegadas da posição que o TR começou, a ideia foi usar ele pra lidar com o Q-Drone depois.

Primeiro turno:

Eu e meu oponente rolamos e caiu que íamos precisar dominar o mesmo quadrante, pro meu azar e sorte dele, o quadrante era do lado dele da mesa.

Meu adversário usou o Raicho e o Q-Drone pra tirar todas as minhas peças de ARO, também tentou usar os Krakots pra matar os Daylamis, mas eles sobreviveram até o meu turno. O Raicho também conseguiu achar um ângulo pra atirar na Maggie e conseguiu causar 1W nela.

Durante o meu turno eu tentei fazer uma coordinated order com os Daylamis, mas eles erraram os tiros e morreram com os AROs, consertei a Maggie e usei ela pra derrubar o Raicho uncouscious, mas só tinha mais uma ordem e preferi usar pra colocar a Maggie em Supressive Fire. Não consegui dominar o quadrante, mas pelo menos tinha derrubado o Raicho, ou seja, meu adversário não ganhou ponto extra.

Segundo turno:

A Oznat colocou fumaça e bloqueou a visão da Maggie pro Dr. Worm jr avançar até o Raicho, mas pra minha sorte o estagiário errou e apertou o botão de autodestruição ao invés de consertar o TAG, logo depois tentou usar o Sogarat pra atirar no meu TAG, porém tive um pouco de sorte e acertei o Sogarat com explosive rounds, que falhou um dois rolls, entretanto, na segunda tentativa eu ganhei novamente o FtF e dessa vez ele falhou todos os armors e morreu, me dando os pontos de matar o DT e deixando ele em LoL.

Continuando a tentativa de derrubar a Maggie, a Oznat e o Krakot avançaram mas meu TAG sobreviveu a todas as investidas e matou os dois.

No meu turno o Ghazi entrou em CC com um dois Krakots mas sobreviveu e ficou travando ele o resto do turno, depois usei o Fiday pra derrubar o TR e abrir espaço pra Maggie avançar, também matei a Preta e os Gakis, mas errei as contas e no fim a Maggie não ficou dentro do quadrante, porém meu adversário também não tinha ninguém dentro do quadrante então nenhum dos dois pontuou.

Terceiro turno:

Ele começou esse turno em LoL, mas a regra de Morats ajudou a evitar um terceiro turno tão horrível. O Dr. Worm conseguiu levantar o Q-Drone e caiu no processo, porém o TR não fez muita coisa, porque logo depois caiu de novo pro meu Fiday no ARO.

Com o jogo nas minhas mãos, avancei a Maggie pro quadrante designado e fiz meu Classifield.

Fim de jogo, 5×1 pra mim.

Foto da mesa, também de outra partida, eu fiquei na DZ de cima.

3° Partida: Supplies – Vs. Corregidor

A última partida foi contra o “PauloCavalcanti”, jogador de Brasília que muitas vezes faz “intercâmbio” pra participar dos eventos do CPW e que eu já conhecia de outro ITS (aliás, esse mundo de Infinity é tão pequeno que é difícil não conhecer o pessoal rs) mas nunca tinha visto os jogos dele, só as miniaturas que ele pintou (muito bem por sinal), mas eu já tinha jogado contra outros jogadores de Nomads e tinha alguma noção das unidades que poderia enfrentar.

Deploy:

Pro meu plano “perfeito” eu precisava ter a iniciativa, pegar as caixas no primeiro turno e ficar só na defensiva, mas meu oponente ganhou o FtF e resolveu começar, então eu acabei deployando em segundo tentando dificultar ao máximo que ele conseguisse pegar as caixas no primeiro turno e deixei especialistas perto das caixas pra tentar pegá-las/recuperá-las com maior facilidade.

Primeiro turno:

Ao invés de tentar correr pra roubar as caixas no primeiro turno o Paulo buffou o Reaktion Zond e foi eliminando minhas peças de ARO, mas acabou gastando quase o primeiro turno inteiro pra isso. Ele também precisou revelar o Intruder de HMG e não teve ordens pra por de novo em camo marker.

No meu turno ativo, avancei com Ghazis pela minha direita, colocando smoke em cima do Tech-Coffin e derrubando o Stempler Zond que estava por perto e depois fazendo um Coup de Grace pros Classifield. Com o Farzan CoC que estava ao lado, peguei o objetivo e levei a caixa até a minha DZ. Avancei com um dos Ghazis e isolei o Intruder.

Um dos Ghazis falhou três vezes seguidas em colocar smoke no chão com Normal Rolls, então resolvi esperar o próximo turno pra pegar mais uma caixa.

Segundo turno:

O segundo turno dele foi muito bom pra mim, ele tentou avançar o TR de novo pra lidar com o Hawwa e o Hunzakut infiltrados que protegiam as outras duas caixas, mas como eu não revelei nenhum dos dois e ele não passou nos discovers, ele avançou com a Bandit e saiu do camo marker pra descobrir o Hunzakut que morreu, mas não sem deixar uma mina deployada, travando a Bandit.

Logo depois, o Tomcat dele entrou bem perto da minha DZ pra tentar recuperar a caixa e matar mais alguém, mas ao avançar ele tomou ARO da mina que o Al-Fasid tinha colocado com o minelayer, da Naffatun, do Farzan que segurava a caixa e do Barid. O Tomcat morreu e só conseguiu levar o Barid junto.

Como o médico estava perto, no meu turno eu curei o Barid e fiz meu segundo Classifield. Posicionei o único Ghazi que sobrou pra avançar no próximo turno e prover smoke pro Hawwa, mas ele errou mais umas smokes e não conseguiu se posicionar tão bem quanto eu queria.

Terceiro turno:

Como “push” final, meu adversário levou o fireteam dele pra cima das caixas restantes, mas tiver um ARO com o Hawwa e peguei 4 pessoas do link com um tiro de BSG, derrubando 2.

Mesmo depois de mais algumas ordens gastas tentando matar o Hawwa ele se manteve vivo e o Alguacil paramédico conseguiu pegar a caixa, mas sem conseguir se posicionar em segurança pro turno reativo dele.

No meu turno usei o Djanbazan pra matar o Alguacil paramedico e a Bandit que estava posicionada pra dar ARO no Hawwa. Como a supply box caída estava cheia de AROs, resolvi ir atrás do Tech-Coffin que estava na esquerda, mais perto do meu Ghazi.

O Reaktion Zond acabou ficando em LoS do Hawwa, então usei o Ghazi que estava errando todas as smokes e ele não me decepcionou! Se redimiu e colocou duas smokes perfeitas, uma em cima do Hawwa (aliás, essa ele tacou acima das 8 polegadas e ganhando um FtF contra um Alguacil de HMG que ainda estava vivo) e outra no Tech-Coffin da esquerda. Coloquei o Hawwa em camo pra passar em segurança entre um pedaço que as smokes não cobriam e peguei a minha segunda caixa.

Fim de jogo, 9×0 pra mim!

Foto da mesa, mais uma vez não é do meu jogo rs, fiquei com a DZ do lado de cima

Placar final

1° lugar – HardDisk (Haqqislam)

2° lugar – Caumo ( Tohaa)

3° lugar – PauloCavalcanti (Jurisdictional Command of Corregidor)

4° lugar – DaRedOne (Morats Agression Force)

5° lugar – Denicol (Ariadna)

6° lugar – Aleatory (Yu Jing)

7° lugar – FelipeMor (Yu Jing)

8° lugar – Streem (Onyx Contact Force)

 

Gostaria de deixar meus agradecimentos ao CPW pela organização e a todos que participaram do ITS, foi muito divertido e, como sempre, um prazer encontrar essa galera!

Curtiu a matéria? Você encontra Infinity no Brasil na Game Vault; caixas básicas, expansões, acessórios, game mats… faça uma visita ao site, lá você encontra dezenas e dezenas de produtos de Infinity, e muito mais!

Felipe Galeno

Músico, Professor, Curioso, Nerd. Não necessariamente nessa ordem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *