10 Perguntas com Marcellus

Sejam bem-vindos caros leitores! Tirando a poeira e as teias de aranha da coluna, saio da aposentadoria para trazer essa curta entrevista com a sensação do momento dos jogos da FFG da franquia de Star Wars aqui no Rio de Janeiro, meu amigo Marcellus! Desde que começou a jogar, em setembro do ano passado, Marcellus vem impressionando a todos com seu ótimo desempenho, tanto no Destiny (foco dessa entrevista), como no X-Wing. De lá para cá foram:

 

Destiny:

  • Duas Finais de Store Championship, vencendo a segunda;
  • Título Regional.

X-Wing:

  • Campeão de um Store Championship;
  • Top 8 no Regional (sendo o primeiro colocado durante o suíço).

 

Sem mais delongas, vamos ao nosso bate-papo com o campeão!

 

Red 5 – 1) Quando você começou a jogar cardgames e o que te levou a jogar Star Wars Destiny?

Marcellus: Eu comecei a jogar por MTG (acho que como a grande maioria xD) e como eu sempre gostei de Star Wars ficava de olho no jogo. Fui em um evento de jogos ano passado e foi la a primeira vez que tive um contato com o jogo e depois disso não larguei mais.

Red 5 – 2) Quantas vezes na semana você costuma jogar Star Wars Destiny?

Marcellus: Eu jogo toda terça-feira na liga que a galera aqui do Rio criou, mas fora isso de vez em quando rolam uns jogos no Tabletop Simulator.

Red 5 – 3) Quantas partidas você jogou até chegar a conclusão que o 5 die villain era o deck certo para se usar no Regional do Rio?

Marcellus: Eu escolhi o deck porque a grande maioria das cartas eu já utilizava no meu deck anterior (Rainbow 9s). Por ser um deck competitivo que iria custar pouco pra mim decidi jogar com ele. Honestamente foi o único deck que joguei desde o lançamento de EaW aqui no Brasil xD

Red 5 – 4) Primeiro você venceu um Store Championship (antes havia ficado em segundo em outro Store) e agora o Regional. Qual o segredo da sua ascensão meteórica no jogo? Está ansioso pelo Nacional? Quais são as suas expectativas?

Marcellus: Hahahah sendo bem sincero eu não sei… Eu sempre tento manter a calma e pensar bem antes das minhas jogadas pra ter a melhor escolha possível acho que isso ajuda bastante (Apesar de dar uns moles como esquecer de reativar o Bala-Tik na semifinal do Regional…) Sobre o Nacional eu to muito ansioso e acredito que devo usar o mesmo deck, isso se Legacies não tiver lançado aqui ainda.

Red 5 – 5) Infelizmente aqui no Brasil ainda estamos uma coleção atrás do resto do mundo (Legacies). Quais decks você está mais ansioso para testar assim que a coleção chegar em terras brasileiras? E sobre os pequenos spoilers de Way of the Force, alguma carta chamou sua atenção?

Marcellus: Eu sempre tento jogar com coisas novas que eu ganhei (tipo a promo da Phasma) então estou “estudando” alguma coisa com o Thrawn. Provavelmente devo usa-lo com a Mother Talzin. E sobre os spoilers, nossa, mal posso esperar pra jogar com o novo General Grievous batendo com 4 upgrades hahaha e estou curioso no Lider Supremo Snoke que vai lançar também.

Red 5 – 6) Existe algum personagem da franquia de Star Wars que você gostaria de ver como personagem jogável em uma próxima edição?

Marcellus: Eu gostaria muito de jogar com o Capitão Rex de Clone Wars/Rebels. É um dos meus personagens favoritos da franquia.

Red 5 – 7)Por que não usar a Sniper Noturna X-8 no seu deck? Com emboscada e a sua ação ela não seria bastante útil?

Marcellus: Eu realmente pensei em usar uma no deck porque a ação dela é muito boa pelo custo, mas o fator mais importante das armas que eu uso é que elas tem “realocar” o que me possibilitava deixar outro personagem forte quando um deles morria.

Red 5 – 8) Alguma dica para os iniciantes e aqueles  interessados em entrar no jogo?

Marcellus: Cara, pode entrar de cabeça que você não vai se arrepender. O jogo é muito divertido e fácil de aprender fora que a galera que joga é super gente boa e disposta a dar dicas de como montar decks e afins.

Red 5 – 9) Como foi jogar com a pressão da torcida, sendo o único representante local na fase eliminatória do torneio? Você poderia descrever o ambiente geral do torneio?

Marcellus: É sempre difícil jogar quando tem alguém esperando algo de você ainda mais sendo o único carioca no Top 4. O nível do torneio foi muito bom, muita gente jogando bem e com decks bem difíceis de se jogar contra, então cada partida era um sufoco pra ganhar.

Red 5 – 10) Alguma mensagem final para os nossos leitores?

Marcellus: Vou mandar minha mensagem pelas palavras de Qui-Gon Jinn: “Lembre-se: seu foco determina a sua realidade.”

E essa foi a entrevista com o Marcellus. Deixamos aqui mais uma vez nossos agradecimentos por ele topar participar da matéria, e também nossos parabéns pelo grande desempenho no torneio, eu assisti as partidas do cut e foram todas de alto nível, sendo decididas apenas no terceiro jogo.

 

Bônus Track: Achou que não ia ter a deck list do campeão? Achou errado leitor!

 

Irmã da Noite / eBala-Tik / eCiena Ree

Campo de Batalha: Monastério B’Omarr

  • Pistola Blaster DH-17 (x2)
  • Rifle F11-D (x2)
  • Blaster Compacta (x2)
  • Na Caçada (x2)
  • Ilusão da Força (x1)
  • Pistola Blaster LL-30 (x2)
  • Força Extra (x2)
  • Intimidar (x2)
  • Defletir (x1)
  • Sinta Sua Raiva (x1)
  • Maestria Tática (x2)
  • A Melhor Defesa… (x1)
  • Logística (x2)
  • Ele Não Gosta de Você (x2)
  • Gato por Lebre (x2)
  • Dúvida (x2)
  • Flanquear (x2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *